Gestão

Confira dicas para alcançar a glosa zero na gestão hospitalar

maio 10, 2018
Tempo de leitura 4 min

Não receber o pagamento pelo serviço prestado é extremamente prejudicial para um hospital, pois isso impacta e desequilibra o seu setor financeiro. O seu estabelecimento está passando por essa situação? Diante disso, é necessário trabalhar para atingir a glosa zero, ou seja, evitar a recusa do pagamento por parte do convênio do paciente.

A glosa hospitalar nada mais é do que o não recebimento do valor de um atendimento. Isso ocorre pela recusa da operadora de saúde, por exemplo um convênio, em pagar a cobrança em razão de irregularidades ou disparidades nas despesas.

Há três tipos de glosas, sendo elas: administrativas, técnicas e lineares. As administrativas decorrem de falhas operacionais, como a comunicação precária entre o prestador e a operadora. As técnicas são de origem médica, podendo acontecer devido à não checagem de procedimentos e medicamentos, entre outras possibilidades; já as lineares, por características extras do hospital, como cobrança indevida.

Quer manter o equilíbrio nas finanças do seu hospital? Descubra, abaixo, o que fazer para conquistar a glosa zero!

Aumente a eficiência na gestão de autorizações dos procedimentos realizados

Atentar para as regras contratuais de cada operadora de plano de saúde deve ser a base para implantar um sistema mais eficiente no que tange ao controle de autorizações dos procedimentos efetuados.

sistema de gestão tem que contar com mecanismos capazes de emitir alertas para a equipe, no caso de detecção de irregularidades entre os requisitos dos contratos determinados pelos convênios médicos e os procedimentos solicitados.

Nesse caso, o ideal é que o sistema de gestão disponha de uma enorme capacidade de armazenamento e parametrização organizando um histórico e evidenciando todas as autorizações prévias de procedimentos permitidos por cada convênio. Assim, criam-se grupos de dados que auxiliam nos processos de tomada de decisões.

Além disso, o sistema precisa ser conectado e integrado às operadoras para viabilizar a autorização eletrônica dos exames, principalmente aqueles mais simples, que não exigem documentos de suporte. Dessa forma, há mais cuidados com a prescrição dos procedimentos críticos, diminuindo as glosas hospitalares.

Implante o prontuário eletrônico

Os prontuários eletrônicos são fundamentais para reduzir a ocorrência de glosas no seu hospital, uma vez que eliminam erros no preenchimento manual dos registros dos pacientes, como anotações ilegíveis ou incorretas, principalmente em relação à prescrição de medicamentos. O sistema eletrônico identifica e corrige erros de preenchimento.

Ao implantar o prontuário eletrônico, você também melhora o desempenho da instituição, uma vez que os profissionais poderão checar o histórico dos seus pacientes rapidamente a partir dos seus dispositivos.

Faça auditorias regulares

Fazer auditorias regulares e prévias como análise de prontuários, verificação de processos e comparação da conformidade dos valores orçados com os procedimentos efetuados é essencial para evitar erros que gerem glosas hospitalares.

É recomendado instruir os profissionais responsáveis pelas auditorias para que desenvolvam conhecimentos sobre a rotina técnica do hospital, entendendo os registros clínicos a ponto de reconhecer falhas antes de enviar os relatórios para os convênios.

Use um sistema de gestão hospitalar integrado

Aderir a um sistema de gestão integrado nas áreas de recepção, consultório, diagnose, enfermaria e UTI é fundamental para otimizar a comunicação e o fluxo de informações que circulam no hospital.

O sistema integrado deve desde impossibilitar a finalização de um cadastro — se as informações não estiverem completas — até apontar se o número de medicamentos descritos em um atendimento não condiz com o tipo de serviço prestado ou com o protocolo aprovado. Essa ferramenta informa o valor dos procedimentos e dos medicamentos utilizados automaticamente, impedindo as glosas técnicas.

Alcançar a glosa zero requer envolvimento e esforço de todos os departamentos do hospital, principalmente nas fases de negociação e implantação do contrato com os convênios, já que qualquer falha pode impactar no seu faturamento.

A sua empresa de saúde precisa de uma gestão mais eficiente? Veja 4 dicas para evitar problemas na gestão de clínicas e hospitais!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário