Gestão

Gestão de estoque: saiba o que é e porque você deveria se preocupar com isso

novembro 6, 2019
gestão de estoque
Tempo de leitura 3 min

Muitos gestores podem ver a manutenção do estoque como um custo desnecessário, frequentemente deixando essa questão de lado. Contudo, quando bem administrado, ele pode ser utilizado de forma estratégica para o próprio crescimento da organização.

Diante disso, saber realizar uma gestão de estoque eficaz é fundamental para que sua empresa consiga administrar seus produtos e impulsionar as vendas adequadamente, sem perder clientes.

Vamos mostrar o que é a gestão de estoque, as diferenças que envolvem o estoque destinado a produtos e serviços, e a importância de ter um gerenciamento adequado nesse quesito. Boa leitura!

O conceito de gestão de estoque

A gestão de estoque diz respeito ao uso de ferramentas e metodologias com o objetivo de orientar um controle dos produtos para as vendas ou para a prestação de serviços em determinado lugar.

As diferenças de estoque para produtos e serviços

Uma gestão de estoque orientada para produtos não é feita da mesma forma que para serviços. Um controle orientado para uma empresa de comércio não é a mesma de uma gestão de estoque para clínicas e hospitais.

Nesse segundo caso, o controle deve ser orientado para permitir a prestação de serviços. Como um hospital poderá atender seus pacientes se não houver luvas e seringas necessárias para os procedimentos internos?

Assim, é possível identificar as diferenças entre os dois tipos de estoque — enquanto um viabiliza as vendas, o outro é necessário para conseguir realizar os atendimentos necessários aos seus clientes.

A importância do gerenciamento de estoque

O gerenciamento de estoque permite mais controle sobre a entrada e saída de mercadorias, identificando quais são os itens que têm maior demanda e giro de estoque em sua empresa.

Além disso, ele permite avaliar possíveis extravios e analisar o que pode estar ocorrendo de errado, caso os índices estejam bem acima do esperado. Por exemplo, há colaboradores agindo de má-fé ou existem rotas perigosas que estão expondo sua empresa ao risco de perda de mercadorias? Isso tudo pode ser avaliado por meio de uma gestão de estoque e logística eficiente.

Também, é possível avaliar se o uso dos insumos está correto ou se ocorre desperdícios — ou em alguns casos, como em clínicas e hospitais, até mesmo avaliar se os colaboradores não estão utilizando os itens obrigatórios nos atendimentos.

Os impactos de uma gestão ineficaz de estoque

Uma gestão de estoque que não seja eficiente é capaz de trazer uma série de transtornos para a sua empresa, seja ela da área de produtos, seja da área de serviços.

Alguns problemas que podem ocorrer são:

  • perdas de insumos que tenham prazo de validade;
  • avarias em itens que exigem maiores cuidados para serem armazenados;
  • perdas, furtos e roubos em seu estoque;
  • desperdício no uso de determinados itens do seu estoque;
  • dificuldade em encontrar alguns produtos quando necessário;
  • dificuldades no acondicionamento adequado dos itens;
  • limitação do feedback para os colaboradores desse setor;
  • aumento no tempo de organização do estoque, entre outros.

Uma gestão de estoque, quando bem-feita, é capaz de permitir o funcionamento do seu negócio e aumentar a rentabilidade dele, garantindo que os clientes fiquem satisfeitos e se fidelizem ao longo do tempo. Por isso, é fundamental saber como fazer o controle de forma eficaz.

Quer mais dicas importantes para impulsionar sua organização? Siga nosso perfil no Facebook e no LinkedIn e receba todos os nossos artigos diretamente em seu feed!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário