Gestão

O que é OKR e como fazer para implementar essa metodologia?

julho 9, 2019
Tempo de leitura 6 min

Criado na década de 70 pela empresa Intel, o OKR (Objectives and Key Results) é uma metodologia de gestão com o objetivo de engajar e alinhar os colaboradores de acordo com objetivos e metas de uma empresa.

Hoje, grandes empresas como Google, Coursera, LinkedIn, Twitter e GoPro trabalham com o OKR. Porém, algumas dessas corporações começaram como modestos empreendimentos, mostrando que a metodologia pode ser aplicada em organizações de diferentes tamanhos.

Para que você consiga trilhar um caminho de sucesso, engajando seus funcionários em prol de grandes objetivos, a seguir, mostraremos como funciona o OKR, além de apresentar dicas para uma boa implementação. Continue com a gente e confira. Boa leitura!

Como funciona a metodologia OKR?

Uma das grandes vantagens do OKR é que, comparada a outras metodologias de gestão existentes, ela é de simples entendimento. O significado de cada letra já um ótimo caminho para entender o funcionamento do conceito. Explicaremos melhor logo abaixo.

O – Objectives

Como o nome pressupõe, os objetivos (objectives) dizem respeito aos caminhos que a empresa deseja conquistar. Nessa etapa, é preciso mostrar para todos os participantes as razões da estratégia, a direção que eles devem seguir para ser bem-sucedidos.

Ainda que possam ser ambiciosos, os objetivos devem ser claros e dentro da realidade da empresa, a fim de garantir total participação e engajamento dos colaboradores. Veja alguns exemplos de objetivos que podem ser aplicados em qualquer área:

  • ser uma referência para os clientes e o mercado;
  • melhorar o atendimento ao usuário;
  • transformar a etapa de pós-venda.

As metas apresentadas são claras e diretas, facilitando o entendimento dos profissionais. Todavia, apenas definir objetivos não é suficiente. Ainda é preciso entender a importância das letras “K” e “R”.

K R – Key results

Para alcançar os objetivos principais é necessário passar por pequenas etapas — é como subir uma grande escada, e cada novo degrau é uma meta menor alcançada. Claro, tudo isso depende de um bom planejamento. É preciso uma avaliação sobre toda jornada para entender em que a etapa a empresa se encontra e o quanto falta para a conquista principal.

Os resultados-chave são justamente as ferramentas utilizadas para mensurar o quanto à organização está próxima do seu objetivo. Cada “pequeno degrau” é um resultado-chave alcançado. É bem simples: sem passar por todos os degraus não é possível chegar ao topo da escada.

Voltando ao exemplo do tópico anterior, para o seu negócio se tornar referência no mercado, ele precisa ser primeiro uma autoridade na sua região de atuação. A cada nova conquista, ele se fortalece e expande.

Assim como para melhorar o atendimento ao cliente é necessário resolver as reclamações mais frequentes. A cada adversidade superada, mais próxima a sua empresa estará de oferecer um atendimento de alta qualidade.

É dessa forma, passando por metas secundárias, que as “Key results” mostram como está o desempenho do seu negócio referente aos objetivos traçados.

Como implementar o OKR na sua empresa?

Neste ponto já ficou claro o que é o OKR e como ele funciona. Então, agora, acompanhe algumas dicas de como implementar a metodologia na sua empresa.

Defina metas e objetivos claros

O intuito da metodologia OKR é engajar os colaboradores para a conquista dos resultados. Uma definição clara e direta dos objetivos principais e metas secundárias é essencial para uma adesão máxima.

Não complique o que não há necessidade, e também não deixe espaço para interpretações paralelas. Quanto mais simples for o objetivo, mais fácil para que todos entendam qual o melhor direcionamento a tomar e se manter alinhados.

Acompanhe os resultados de forma constante

Não adianta estabelecer resultados diretos e realistas e não aplicar um monitoramento constante. Como explicado, as “KRs” são ferramentas que mostram a importância do acompanhamento das etapas do planejamento. Ao deixar de monitorar os resultados, você contraria o próprio conceito da metodologia.

Claro, não se deve correr o risco de desmotivar as equipes aplicando uma análise sufocante. Uma pressão desnecessária nunca é algo benéfico.

O melhor caminho é realizar avaliações semanais ou quinzenais, permitindo que todos os colaboradores trabalhem, mas sem deixar que os processos caminhem sem uma liderança.

Outra ótima maneira é a implementação do feedback bilateral, possibilitando que os colaboradores tenham liberdade para tirar dúvidas e apontar eventuais situações que fujam da normalidade.

Estabeleça prazos curtos

É sempre preciso trabalhar com prazos. Afinal, uma meta só pode ser mensurável precisa ter início e fim. Para uma implementação efetiva da OKR, é interessante definir prazos mais curtos.

Quando o espaço de tempo é relativamente largo, tanto o acompanhamento quanto a eficiência da estratégia podem ser prejudicadas. Depois de um longo período, corre-se de grande risco de as equipes perderem o foco e a motivação.

Estabeleça prazos, bimestrais ou trimestrais. É fundamental para manter o caráter de urgência e reforçar a importância dos objetivos.

Não confunda esforços e resultados

As metodologias são efetivas se o trabalho for desenvolvido de forma analítica. É sempre necessária a prática de empatia no dia a dia, porém, os resultados devem ser analisados a partir de números reais.

Não adianta considerar o esforço na hora de avaliar o trabalho das equipes. Até porque, sem esforço, dificilmente algum resultado é alcançado. Ou seja, ele está implícito em cada ação.

Se os bons resultados não estão acontecendo e as metas secundárias não estão sendo alcançadas, há uma dificuldade que precisa ser analisada. Desconsidere o pouco ou o máximo esforço e foque na análise de métricas, pois é uma forma real de ajudar o trabalho de todos.

Deixe os OKRs à vista de todos

O OKR é um método de incentivo coletivo, é importante que todos entendam, saibam e vejam os objetivos sem nenhuma dificuldade. Objetivos primários ou secundários, o essencial é que estejam à vista de todas as equipes.

Não se limite apenas às metas, compartilhe também os resultados alcançados como forma de prestigiar os vencedores e incentivar os outros participantes. Coloque a transparência como algo fundamental no processo.

Ao implementar corretamente a metodologia OKR o gestor consegue impactar diretamente os resultados da empresa. Devido ao incentivo de compartilhamento e coletividade, o clima organizacional tende a melhorar. Com isso, os colaboradores se sentem mais motivados a buscar metas claras e realistas, resultando em um significativo ganho produtivo.

Gostou de entender mais sobre a metodologia OKR? Curta a nossa página do Facebook para conferir outros conteúdos interessantes.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário