Gestão

Qual a importância do estudo de viabilidade para o seu negócio?

janeiro 12, 2018
Tempo de leitura 9 min

Você cansou de trabalhar para os outros e decidiu que vai montar sua própria clínica médica ou seu próprio hospital. Afinal, quer aumentar os seus ganhos e ter mais liberdade no trabalho. Identificou-se? Ótimo!

Porém, antes de abrir as portas da empresa, já parou para pensar se ela realmente vai trazer os resultados esperados? A boa notícia é que essa resposta pode ser obtida por meio do estudo de viabilidade do negócio, que aponta o potencial da iniciativa.

Em termos gerais, isso consiste em reunir todas as variáveis do empreendimento — como mercado de atuação, investimento financeiro e recursos necessários para funcionar — e obter os indicadores essenciais para que as decisões sejam tomadas. Esse processo é importante para diagnosticar se a sua proposta de negócio tem condições de engrenar e ser bem-sucedida, além de fornecer orientações para o planejamento do projeto.

Para saber mais, confira abaixo quais são as etapas desse estudo e como elas são aplicadas! Também confira a importância da análise de viabilidade para o crescimento da empresa.

Etapas do estudo de viabilidade

Veja quais são as principais etapas do estudo de viabilidade que você deve seguir para implementá-lo em sua empresa.

Análise de mercado

Suponhamos que você pretenda lançar um negócio para prestar atendimento médico para crianças. Para saber se essa ideia tem chances de prosperar, a primeira etapa do estudo de viabilidade propõe a análise de mercado. Ela ajuda a entender como ele funciona, quem são o público-alvo e os concorrentes, e o quanto você tem de informações sobre o setor no qual pretende atuar.

Além disso, ao estudar o mercado, também é possível conhecer de perto o ambiente em que o serviço está inserido, permitindo a você traçar estratégias mais apropriadas para lançar o produto para o público consumidor.

A análise do segmento é feita a partir de pesquisas com coleta de informações dos possíveis clientes, fornecedores e parceiros, e com a observação de estudos que já foram realizados na área e dão um panorama dos padrões atuais e das tendências futuras — fatores essenciais para moldar o seu negócio.

Diagnóstico de dados financeiros

parte financeira é um dos principais pontos a se considerar antes de iniciar um negócio, pois permite saber se o investimento vale a pena agora e futuramente. Por isso, o diagnóstico de dados financeiros do estudo de viabilidade é indispensável para dar uma estimativa de quanto será gasto para o empreendimento funcionar e quais são as possibilidades de receitas, ou seja, de lucros.

A identificação dos custos é feita a partir da determinação dos gastos fixos e variáveis. No caso de uma clínica médica, você pode incluir o aluguel do espaço para trabalhar como custo fixo e a manutenção dos equipamentos como variável.

Quer saber o quanto a empresa pode trazer de lucro? Para ter essa resposta, é preciso projetar as receitas no curto, no médio e no longo prazo. Esse procedimento é desenvolvido com base nos tipos e nos valores dos serviços a serem prestados, na tendência de mercado e no perfil econômico do público consumidor e da região na qual o negócio será instalado.

Ponto de equilíbrio

O ponto de equilíbrio nada mais é do que o quanto você precisa vender dos seus serviços para que seja possível cobrir o investimento realizado na sua abertura. Essa fase do estudo de viabilidade funciona como o indicador de segurança da empresa, uma vez que aponta quando as receitas serão igualadas aos custos.

Normalmente, o ponto de equilíbrio é calculado a partir da receita projetada. Em uma situação em que o ponto de equilíbrio seja de 75% para uma receita de R$ 100.000,00 anuais, por exemplo, isso significa que o empreendimento não correria mais o risco de prejuízos quando alcançasse a margem de R$ 75.000,00 em vendas. Acima desse valor, ele já acumularia lucro.

Capital de giro

capital de giro é o montante de dinheiro que você vai precisar para que seu estabelecimento funcione nos primeiros meses. Nessa fase do estudo, calculam-se todos os custos operacionais variáveis e fixos e, a partir deles, obtém-se o valor que a empresa deve ter em caixa para iniciar o serviço.

A importância de uma análise de viabilidade

A análise de vulnerabilidade é essencial para as organizações. Uma das principais vantagens é que ele gera uma projeção mais acertada do negócio, conseguindo acompanhar a partir de qual momento ele começa a dar lucro real, os valores estimados que poderão ser arrecadados, quais os valores de Taxa de Retorno (TIR) do investimento realizado, entre outros.

Por meio dele é possível, assim, conseguir traçar metas mais objetivas e seguras para melhorar os resultados do negócio e conquistar um maior espaço no mercado, de forma cautelosa, sem atrapalhar o andamento das funções internas da empresa, seja no core business, seja nas atividades periféricas.

Afinal, com o conhecimento de todos os pontos necessários para fazer a empresa ter sucesso, torna-se mais fácil manter o controle sobre cada um dos processos internos, minimizando falhas, evitando prejuízos e sabendo, principalmente, onde e como investir para o crescimento das atividades.

Ele também permite prever o tempo médio para obter a reposição do investimento inicial para a abertura do negócio, conseguindo responder, de forma mais clara, para o empreendedor, se o negócio tem chances de crescer e prosperar ou não, auxiliando em um melhor direcionamento dos valores investidos.

Outro ponto fundamental é que as tomadas de decisões, principalmente na fase inicial (extremamente delicada), são feitas de forma melhor embasada, reduzindo as chances de erro por ações tomadas por apenas “feeling” ou “achismos”.

Além disso, a análise de viabilidade é um passo fundamental para elaborar o planejamento estratégico, um dos passos mais importantes no processo de abertura de uma empresa. Isso porque o estudo auxilia para compreender todas as vantagens e desvantagens dos processos necessários para o início das atividades da companhia.

Ele funciona como uma espécie de previsão, porém, bem fundamentada, sobre o futuro da empresa a curto e médio prazo. Com dados e testes, torna-se possível mensurar possíveis resultados e verificar o que é necessário para tornar a execução das atividades viável e precisa.

Por fim, também podemos listar que a análise de viabilidade auxilia o empreendedor a compreender até mesmo quais são os possíveis prejuízos que podem ocorrer no período indicado pelo estudo. Com isso, ele consegue se precaver ou encontrar soluções para amenizar a situação, sem prejudicar o andamento da organização.

O que deve ser colocado em prática antes da análise de viabilidade

O estudo de viabilidade precisa de passos prévios antes que possa acontecer. Afinal, algumas informações são importantes e necessárias para realizar a análise adequadamente. É um pressuposto simples: se você não tiver os ingredientes em mãos, como conseguirá preparar um bolo?

Alguns pontos precisam ser colocados em prática para que possa, de fato, realizar a análise de viabilidade, como veremos a seguir.

Verifique as necessidades e condições da empresa

O que a sua companhia necessita para começar e manter as suas atividades? Ou seja, quais são os elementos básicos que tornam suas atividades viáveis? Por exemplo, se a proposta dela é vender softwares para empresas, o que é necessário para que essa atividade seja executada?

Você deve buscar todas as questões básicas que permitem que a empresa possa existir e ter suas funcionalidades garantidas. Por exemplo, quantos profissionais precisam ser contratados? Quantas máquinas precisam ter em seu ambiente de trabalho? Quais são os requisitos mínimos que cada uma deve ter para evitar que ocorram problemas por falta de capacidade técnica na execução do desenvolvimento?

É preciso registrar cada um desses pontos e, também, levar em consideração não só o que é necessário para o core business, mas também para as atividades administrativas e indiretas da organização.

Projete as receitas

Quais as expectativas reais de receitas a curto e longo prazo para sua empresa? Esse é um dado que precisa também ser levantado e com pesquisas bem embasadas. Isso porque uma projeção supervalorizada pode levar a falsa sensação de que o negócio, em determinado tempo, contará com um capital adequado.

Ao mesmo tempo, uma projeção subvalorizada pode fazer com que você projete metas e objetivos aquém do que a proposta do seu negócio é capaz de proporcionar, diminuindo a velocidade de crescimento do seu negócio.

Para isso, realize pesquisas de mercado, para avaliar qual é, de fato, a projeção real que pode alcançar a venda dos seus produtos ou serviços e registre para ser utilizado no estudo de viabilidade.

Mensure todos os custos

Quanto custa cada parte do que você precisa para fazer a empresa começar as suas atividades? Cada um dos gastos diretos e indiretos deve ser devidamente registrado, para que possa ser levado em consideração em diversas das etapas que citamos no início deste artigo.

Seguindo o exemplo do desenvolvimento de software, o custo de aquisição de uma licença de sistema operacional para as máquinas da sua empresa precisa ser contabilizado. Isso porque, no estudo de viabilidade, ele é acrescentado na parte de diagnóstico de dados financeiros. Afinal, é preciso pagar os custos para realização das atividades até que a organização possa se autossustentar. E normalmente esse último ponto demanda tempo, estratégia e paciência.

Importância de acompanhar indicadores de desempenho

O estudo de viabilidade é um dos tipos de indicadores de desempenho mais utilizados no mercado. Ainda podemos listar diversos outros, tais como:

  • ROI (Retorno sobre Investimento);
  • indicador de lucratividade;
  • valor de ticket médio;
  • taxa de sucesso de vendas;
  • índice de competitividade;
  • indicadores de valor;
  • índice de turnover, entre outros.

Os indicadores de desempenho são fundamentais para que você verifique se as medidas adotadas nos planejamentos e planos de negócios estão sendo seguidos e se os resultados estão dentro do esperado. Além disso, eles são aliados importantes para o acompanhamento e monitoramento da análise de viabilidade.

É essencial acompanhá-los periodicamente, para que possa realizar as medidas necessárias para reduzir e minimizar erros, caso ocorram, garantindo vitalidade e crescimento para sua empresa ao longo do tempo. Lembre-se que, com um começo sólido, a tendência é que o crescimento siga a mesma tendência.

Para fazer um estudo de viabilidade do negócio seguro e que traga as respostas mais certeiras para os seus questionamentos, o ideal é contratar uma consultoria especializada na área.

Tem interesse no serviço de consultoria para realizar a análise de viabilidade? Entre em contato conosco e conte com nosso serviço!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário